fbpx

Rapé Apurinã – Awiry

(1 avaliação de cliente)

R$50,00R$120,00

Rapé Apurinã – Awiry

O Rapé Apurinã – Awiry, é o clássico rapé verde dos Apurinã é preparado com Awiry, uma planta nativa que cresce nas baixas da floresta. Por isso é um rapé que só pode ser feito quando o nível do rio está baixo, no verão Amazonense. Verão na floresta corresponde ao inverno no resto do país.
É um rapé vivo onde as folhas não são fermentadas, elas só são secas e depois Moídas.
O Awiry tradicionalmente não é aplicado como outros rapés, mas inalado por um canudo reto. Claro que isso não impede de tomar ele com kuripe ou tepi.

Todos os produtos são vendidos como amostras botânicas, sem reivindicações expressas ou implícitas para um propósito ou uso específico. Todas as informações fornecidas, são apenas para fins de pesquisas educacionais, científicas, etnográficas e históricas.

 

APURINÃ

Dispersos em locais próximos às margens do Purus, os Apurinã compartilham um rico e complexo cosmológico ritual. Sua história é fortemente marcada pela violência dos dois ciclos da borracha na região amazônica. Hoje lutam pelos direitos a algumas de suas terras que ainda não foram reconhecidas e que são recorrentemente invadidas por madeireiros.
A língua Apurinã pertence à família Maipure-Aruak, do ramo Purus (cf. Facundes, 1994). A língua mais próxima seria a dos Manchineri, ou Piro, que habitam a bacia do alto Purus em território brasileiro e, no Peru, principalmente a bacia do baixo Urubamba. Alguns Apurinã afirmam que eles também compreendem um pouco da língua Kaxarari em razão de sua saída conjunta da Terra Sagrada, segundo sua mitologia.

 

Cinza: Sem Cinza
Complemento: Awiry

O Rapé Apurinã Awiry, é o clássico rapé verde dos Apurinã é preparado com Awiry, uma planta nativa que cresce nas baixas da floresta. Por isso é um rapé que só pode ser feito quando o nível do rio está baixo, no verão Amazonense. Verão na floresta corresponde ao inverno no resto do país. Tem pessoas que dizem que awiry é nativo.

 



Simulação de frete